São Paulo 0x2 Cruzeiro


Quem foi ao Morumbi na fria noite de Quinta-Feira esperava um bom jogo, um jogo de acordo ao momento em que vive o Tricolor. Estádio lotado,  43.667 estiveram no Sacrossanto buscando junto aos selecionados por Rogério Ceni a vitória pra cima do ainda invicto Cruzeiro. Ela não aconteceu, infelizmente não aconteceu.

O time do Cruzeiro se fechou durante os 90 minutos, jogou em poucos minutos no ataque e contou com a sorte da bola parada de dois São Paulinos, o gol contra de Pratto e o gol de Hudson, ainda jogador Tricolor.  É bom time, se fecha bem e marca muito bem, peca no ataque mas conta com a sorte. Pelo menos no Morumbi foi superior, na sorte foi superior.

O São Paulo ficou acuado, pouco jogou e quando jogou não teve sorte, foi infeliz nas bolas paradas e principalmente nos cruzamentos, criou pouco também e não arriscou chutes a gol, novamente por méritos da equipe cruzeirense, que fechou bem a casinha.

Destaques no São Paulo para Maicon e Jucilei, que foram guerreiros durante os 90 minutos e mesmo com a derrota saem grandiosos do jogo.

Sobre Hudson… “vlw, mlkinho…”. Infelizmente a lei do “ex” agiu.

Atuações.

Renan Ribeiro: Sem culpa nos gols, seguro nas saídas. 6

Buffarini: Básico. Muito marcado e com pouco poder ofensivo. Marcou bem na primeira etapa. 6

Maicon: O melhor da partida, marcação forte e bem tanto por baixo e quanto por cima. 7,5

Rodrigo Caio: Seguro. Fez o que lhe cabia dentro de campo. Sem culpa nos gols tomados. 6

Junior Tavares: Muito marcado e muitas faltas. Não lembrou o Junior dos últimos jogos.  5,5

Cícero: Sem poder de criação e muito marcado. Bons passes. 6

Jucilei: O melhor do meio de campo Tricolor. Marcou muito mas também muito marcado. 6,5

Thiago Mendes: Procurou o jogo na primeira etapa mas se apagou na segunda. Faltou arriscar mais. 5,5

Luiz Araujo: Apagado em campo. Não procurou o jogo e driblou menos ainda. Precisa voltar a se redimir perante ao Corinthians. 5

Wellington Nem: Buscou o meio de campo como faz Cueva, sem sucesso voltou as laterais. Buscou o jogo assim como Thiago, melhor, porém se perdeu em seus próprios dribles. 6

Lucas Pratto: Nao desistiu do jogo mas muito marcado e sem alguém que levasse a bola para ele, foi anulado. 6,5

Araruna: Melhor que Buffarini nas chegadas à linha de fundo, bons cruzamentos mas perdido na marcação do lado esquerdo do Cruzeiro. Entrou bem. 6,5

Thomaz: Melhor atuação daqueles que entraram. Buscou o jogo mas foi muito parado com faltas e com a boa marcação cruzeirense. 6,5

Gilberto: Atuou atrás de Pratto e ficou muito apagado. Errou passes e pouco arriscou à área. 4,5

Rogério Ceni: Buscou soltar as bolas nas laterais do campo uma vez que foi muito marcado dentro de campo. Alterou a equipe conforme pediu o jogo. 6

O São Paulo pouco criou mas isso é muito abaixo do que somos realmente. No domingo temos o clássico contra um dos nossos mais tradicionais rivais e novamente no Morumbi. É hora novamente de apoiar a equipe, como sempre é, de cantar, gritar, apoiar e empurrar nossos jogadores os 90 minutos. Vamos levantar a cabeça por que Domingo já está aí e mais uma batalha está por vir.

O dia que eu deixar de te apoiar por causa de uma derrota, pode ter certeza que eu não estarei em sã consciência. 

VAMOS SÃO PAULO, CARAJO!

Foto: Arquivo Pessoal 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s