A reeleição de Leco, o Lecão da Massa!

2leco-480-mauriciorummens

Era Outubro de 2015, vivíamos uma das fases mais tenebrosas em nossos bastidores. Boatos de roubo, caixa dois, namorada, coisas que nunca pensávamos que aconteceria no São Paulo Futebol Clube, no São Paulo de Cícero Pompeu de Toledo, de Marcelo Portugal Gouvêa e até mesmo do vencedor Juvenal Juvêncio, esse com muitas histórias distorcidas mas que tenho o inúmero respeito pelo amor pelo São Paulo e de tudo o que tenha criado.

A renuncia, impeachment, saída ou seja lá o que queiram chamar, de Aidar, causou um problema interno no São Paulo de um tamanho que não conseguimos imaginar, uma vez que a classificação para a Libertadores no ultimo jogo do Campeonato Brasileiro e a aposentadoria de Rogério Ceni colocaram de vez o grande problema vivido pelo Tricolor de Novembro a Dezembro para de baixo do tapete. Leco assumiu a presidência do clube e seu principal desafio era fazer a despedida de Rogério e manter/ criar uma equipe sólida para a disputa de 2016. Trouxe jogadores por empréstimo, vendeu e emprestou outros para gerar caixa, apostou em Edgardo Bauza, chegou às semi-finais da Libertadores do mesmo ano, trouxe jogadores como Calleri bancou a base no final do ano. Buscou investimentos e se conteve principalmente em gerar caixa com patrocínios e começar a aliviar a dívida do clube. Não ganhamos novamente nada em 2016, mas com certeza começamos a mudar a cara do São Paulo Futebol Clube. Finalizamos 2016 com uma certeza, teríamos um 2017 melhor administrado que os ultimos anos.

Pimenta foi bi-campeão mundial, trabalhou com Telê e esteve presente nos tempos áureos do Tricolor. Tinha a cara do São Paulo vencedor, mas contava com a cara do São Paulo infeliz, o São Paulo de Aidar. Mesmo com o apoio de Abílio Diniz, não dava para concordar com a política de Pimenta apoiada por Carlos Miguel Aidar. O São Paulo precisava renascer, renascer do lixo ao qual foi inundado, o blogueiro que aqui vos escreve não gosta nem de lembrar de 2015 e de seus reais tempos sombrios, paro por aqui e volto a falar de Leco. Que Pimenta e Aidar me desculpem, mas graças a Deus Leco venceu.

Leco-SPFC-MauricioRummens-Fotoarena-19072016-x715

Hoje Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, é reeleito presidente do São Paulo. Leco continuará com seu trabalho árduo de principalmente colocar as dívidas do clube no lugar. O árduo trabalho de contratar jogadores que se identifiquem com o São Paulo e de apostar e dar moral para um novo treinador, que é M1TO e sempre será. O árduo trabalho de apostar nos garotos da base e também de vendê-los para colocar aquelas dívidas que falamos no ínicio em um caixa correto. Os patrocínios que estão cada vez mais fortes e com tempos longos de contrato. Leco se mostra não apenas um profissional disposto a colocar o São Paulo novamente nos trilhos, mas também um torcedor que preza pelo bem do clube e pela felicidade dos torcedores.

O Lecão da Massa é Tricolor, a torcida o queria novamente ao nosso lado, os investidores e os jogadores queriam o gestor no poder, cabe a Leco agora manter e continuar melhorando seu trabalho. Apoio da torcida, força política e profissional e boa relação com os investidores ele tem, a vida de Leco assim como de qualquer gestor do futebol brasileiro não será fácil, mas nosso presidente tem o principal para manter seu árduo trabalho de reconstrução, apoio e confiança.

Parabéns grande Leco, o Lecão da Massa!

VAMOS SÃO PAULO, CARAJO!

Fotos: Mauricio Rummens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s