São Paulo 2×0 Palmeiras. Solta a valsa que o debutante quer dançar.

prattoclassico(sportv)

Sábado a noite, dia em que todos se programam para jantar, sair com amigos, namorada, sair para dançar, beber a também comemorar datas especiais. Sábado a noite é dia de Morumbi também, como sempre é, como sempre será. Qualquer compromisso, seja lá o que for, que espere, o jogo tem que ser feito, tem que ser visto, segue o amor e solta a melodia que é entrada em campo.

Foi um sábado de clássico, contra o “melhor time do Brasil”, o elenco mais caro, os donos dos gramados brasileiros, porém, como dito por Cícero, dinheiro não faz gol. Gol faz aquele time que joga por amor, aquele time que tem no banco um torcedor, um apaixonado, e não falo só do M1TO Rogério Ceni, mas sim de Lugano, Gilberto e outros que demonstram o amor à camisa São Paulina quando em campo estão. É gratificante ver esse grupo vibrando sempre a cada gol marcado, a cada disputa de bola, a cada defesa feita por nossos goleiros.

Arauuuujo(Marcelo Machado de Mello)

Claro, esse blog preza muito pela seriedade em seus textos, mas não tem como não citar a relação do debuto palmeirense no Morumbi. Pratto, anfitrião da noite, jogando de terno ao lado de Marcinho, Luiz Arauuujo e Junior Tavares. Escolham seus pares, a festa de debutante começou, porém se for chamar sua ex, não esqueça de avisar que mesmo que ela esteja bem, você está muito melhor, não é, Michel Bastos!? Agora são 15 anos sem vencer no Morumbi, 16 em Campeonato Brasileiro. A dança foi feita, o nó foi dado, a calça vinho desapareceu perante ao vermelho das arquibancadas. Socialmente recebemos nosso debutante, como sempre muito bem vestidos, como sempre mostrando que na minha casa mando eu, que na minha casa as coisas são diferentes e que pode deixar que a festa que faz somos nós mesmos, vocês só precisam dançar.

São  Paulo x Palmeiras campeonato Brasileiro 2017

Sobre o jogo.

Foi como sempre um jogo de início tenso e de fortes momentos. Era um clássico, jogávamos contra a equipe mais cara do Brasil, querendo ou não, o respeito era mútuo, nosso pelos títulos que eles conquistaram nos ultimos anos e pelo elenco montado, deles por estarem no Morumbi, um templo de glórias e casa do São Paulo Futebol Clube. Foi percebido que trabalho teríamos, a equipe palmeirense tem um ataque rápido, incisivo e forte, porém, nós também temos um ataque rápido e diferente da equipe verde que veio ao Morumbi, nossa defesa estava em dia melhor, mais bem postada e completa. O uso dos três zagueiros optado por Rogério Ceni foi muito bem. Lucão muito seguro fez novamente um bom jogo, os três zagueiros calmos colocaram os atacantes palmeirenses no bolso, assim como Luiz Araujo que fez Mina perceber que nem todos jogadores são iguais, a correria de Luiz fez o colombiano perder o fôlego e o garoto made in Cotia fez o que de melhor sabe, jogar para o time e marcar seu gol em sua melhor característica, correndo em direção ao gol e finalizando rapidamente.

O jogo também foi o jogo de Marcinho, titular novamente o rapaz que veio do São Bernardo virou homem de confiança de Rogério Ceni. Muito bom jogador, faz bem a função que lhe é dada, seja pelo meio ou pelas alas, nos três jogos foi bem e crava seu lugar na equipe. O bom e barato surge efeito novamente no Tricolor e nós só temos que agradecer à vontade e paixão que Marcinho tem ao entrar em campo. O passe para Pratto ontem foi muito inteligente, uma passe de quem conhece os caminhos do campo e de quem acha o melhor posicionamento do atacante da equipe.

Pratto como sempre foi o homem do jogo. O argentino que com certeza tem todo o potencial para virar ídolo dentro do Morumbi faz jus ao desejo do torcedor. É guerreiro todos os jogos, busca sempre o gol mas sempre busca o gol para a equipe. Ontem marcou mais um no Sacrosanto e deu passe para o gol de Araujo. É muito orgulho o que sentimos de ver Pratto em campo, um orgulho fora do normal. Obrigado Leco, obrigado Pratto.

prattoclassico(gazetapress)

Atuações.

Renan Ribeiro: Pouco trabalho mas como sempre muito seguro em todas as bolas que foi trabalhado. Saltou no canto certo no penalti de Jean e cresceu na batida. Monstro! 7

Lucão: Um bom jogo de um menino sempre contestado. Continuarei bancando Lucão, o menino tem potencial e ontem novamente mostrou isso. Seguro e forte na marcação. 7

Maicon: Fez o líbero dos 3 zagueiros e jogou numa ótima marcação. Mais calmo que nos ultimos jogos. Fez o essencial para a equipe. 7

Rodrigo Caio:  Assim como os outros dois zagueiros foi muito seguro e marcou fortemente o ataque palmeirense. Uma linha defensiva muito bem postada e calma. Rodrigo é seleção e não é por causa de Fair Play, ok!? 7,5

Marcinho: Monstro! É novo, é rápido, é forte e é habilidoso. Joga para a equipe e joga muito bem. Ontem fez um ótimo jogo e seu passe foi de uma mente pensante para a equipe. Parabéns, rapaz! Baita orgulho te ter no time. 8,5

Jucilei: Maquina Tricolor. Ontem marcou os palmeirenses que os fizeram se perder em campo. Colocou todos do meio de campo no bolso. Baita jogador, meu Deus! 8,5

Cícero: É muito importante para a equipe e seu sistemo defensivo, chega bem ao ataque e supre suas funções de trabalhar a bola para o meio de campo. 7

Junior Tavares: Ontem jogou novamente de terno e fez seu papel com completa maestria. Subiu bem ao ataque e levou a bola para a correria de Araujo ser completa. 8

Cueva: Ainda está devendo após a contusão, mas ontem começou a demonstrar um pouco de evolução. Levou novamente a bola bem ao ataque e soube trabalhar bem ela no lado esquerdo Tricolor. 6,5

Luiz Araújo: Arauuuuujo! Voltou o menino. Aquele rapaz que gostamos e nos acostumamos a ver voltou a jogar para a equipe. Rápido, liso e apaixonado pelo São Paulo. Colocou Mina e o lado esquerdo verde no bolso. O muleque é liso! 9

Lucas Pratto: Sobre o Urso eu só tenho algo a dizer. Monstro fora do normal! Obrigado por existir Pratto. Um gol, uma assistência e solta a valsa. 10

Thomaz: Como sempre entrou bem e fez o jogo para o time. Gosto muito de Thomaz e seus contra ataques rápidos são ótimo para a equipe no segundo tempo. Fez novamente o básico em grande escala. 7,5

Militão: Pouco jogou mas entra sempre com vontade. Era clássico e não sentiu o peso do jogo. 6

Chavez: Entrou bem mas teve pouco tempo de jogo. Buscou o mesmo e demonstrou garra. 6,5

Rogério Ceni: Deu um nó tático em Cuca no segundo tempo e mostra como sempre que entende muito de futebol. M1TO faz mitagem né!? 9

tricolorclassico(folha)

Foi mais um jogo em que mostramos nosso poder dentro de casa e o poder de uma equipe forte e unida. Podemos não ser os mais caros, o Real Madrid das américas, na verdade eu não preciso, eu sou o São Paulo, o São Paulo Futebol Clube das Americas, se alguém tem que pensar em ser alguém, que pensem na Europa em ser o São Paulo Futebol Clube.

Que sábado fanstástico! Um jogo fantástico, um time fantástico. Na festa de debutante o Pratto principal foi porco e a dança como sempre a valsa.

Agora a preparação é para o jogo contra a Ponte Preta. Que venha a macaca, em campinas, na terrinha. Estaremos lá, como também no Morumbi.

#UnidospeloSPFC

VAMOS SÃO PAULO, CARAJO!

Fotos: Marcelo Machado de Mello, Rubens Chirri, Sportv, Gazeta Press e Nelson Coelho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s