Morumbi na Copa América.

Foto: Mauricio Rummens

Todo torcedor Tricolor um dia esperava a presença do Cícero Pompeu de Toledo na Copa do Mundo de 2014. Ainda quando havia toda aquela dúvida de qual estádio receberia os jogos do evento, nosso coração pendia em ver seleções renomadas jogando em nosso gramado, estando em nossa casa e claro, nós, torcedores torcíamos para que isso acontecesse.

A triste notícia que perderíamos o mando para Itaquera foi algo não tão bem digerido. Um rival, que acabara (ou não) de ter seu estádio construído, de uma maneira tão rápida para a entrega da abertura da competição. Infelizmente o mundo não é tão justo quando se trata de dinheiro e Marketing. Duelar contra uma arena, contra um estádio novo, de um time visado mundialmente que 1 ano atrás havia sido campeão do mundo. É, pensando friamente a decisão foi justa em termos de marketing e financeiro. Para o saudosismo e não aceitação por termos que não cito por se tratar de política, restou apenas acompanharmos as decisões.

Foto: Mauricio Rummens

O Morumbi é lindo, é belo é ponderoso perante sua presença grandiosa. É um estádio típico sul-americano, grande, aberto e mesmo que não seja um alçapão como muitos pedem, quando lotado, cheio de luzes e com um barulho ensurdecedor para quem está dentro de campo é uma casa que impõe respeito para o mandante. Nosso retrospecto positivo em casa que o diga.

Era um sonho e acredito que não apenas meu, ver o Morumbi receber a Seleção em uma competição internacional e não só a nossa seleção, mas também seleções de outros países. A incrível atmosfera que passa o gigante vermelho conseguirá abraçar todos que jogarem em seu gramado e dará a eles toda possibilidade de se sentirem em casa, junto a quem venha acompanha-los.

É inegável que precisamos passar por uma reforma sim em muitos pontos dele. Falo no plural pois sabemos o quanto nós, São Paulinos somos parte importante da história desse estádio. Ele não precisa virar uma arena, que seja um estádio e mesmo que num futuro passe por uma maior reforma que o coloque em moldes de arena, continue sendo chamado de Estádio, o Estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi.

Foto: Mauricio Rummens

Localização. Sabemos que o Morumbi não está no melhor lugar da cidade, os meios de locomoção até ele são fracos e gera até um stress na hora de ir e voltar do mesmo. O famoso metrô que levará os torcedores até a Estação Morumbi, prometida há mais de 10 anos deverá sair no final desse ano e então estará disponível para uso. Esperamos.

Cobertura: Não, ela não acontecerá. É um projeto muito delicado, que toma tempo, paralisação e investimento e no São Paulo isso não acontecerá em menos de 6 meses.

Melhorias Básicas: Banheiros, infraestrutura de cadeiras, camarotes, arquibancadas e recebimento de torcedores já é visto dentro do estádio. Muito ainda precisa ser melhorado. Limpeza e melhoria na infraestrutura dos sanitários das arquibancadas, melhorias na falta d´água, acesso à lugares para que não haja divergências e muito menos empurra empurra já vistos em jogos do São Paulo.

Telão: Segundo fontes, é possível que a Samsung seja uma parceira de telão para o estádio e que ele seja colocado até o final desse ano. Ainda não confirmado, mas caso tenha ajudaria muito divulgações de marketing e jogos de câmeras no estádio durante a competição e posteriormente à ela, durante competições que jogue o Tricolor.

Foto: Mauricio Rummens

Temos hoje um dos melhores gramados do país com uma das melhores drenagens também. O campo grande da uma boa visão para todos os jogadores e é agradável seja durante o dia ou durante a noite. É um baita estádio que sim, precisa passar por melhorias, mas que hoje consegue atender bem a demanda de jogos e de recebimento.

Sabemos que receberemos não somente torcedores do São Paulo, mas também torcedores de vários times do Brasil e das Américas. Deixá-los confortáveis e para que se sintam em casa é primordial, mas que nunca se esqueçam que estão totalmente em território Tricolor e que nossas cores, nossa história, nossa vida deve ser estampada sempre em nossas paredes.

A Calçada da Fama do Morumbi, o memorial, as frases nas arquibancadas, a sala de impressa e o caminho que leva à ela totalmente decorado com fotos da nossa história é primordial que transpareça em outros pontos também do estádio. Demarcar lugares em cadeiras com números, para vendas, e nosso escudo. Trechos de nosso hino em lugares estratégicos que deem àqueles que venham ao estádio conhecimento do São Paulo Futebol Clube e o abuso de nossas cores, sempre mostrando que onde vibra o futebol sul-americano é também a casa do Tricolor.

Foto: Mauricio Rummens

Que a Copa América traga não somente um momento incrível para a nossa casa, mas também possibilidades de melhorias para ela.
O Morumbi é lindo e nós torcedores queremos sempre que ele ostente tamanha grandiosidade. Não falta amor, não falta vontade de crescimento e apoio, que o Cícero Pompeu de Toledo continue sempre em evidência e que continuemos sempre junto a ele.

Vamos, São Paulo!

VIDA LONGA AO REI!

No dia 28 de setembro de 1989 nascia Reinaldo Manoel Da Silva, ou Kingnaldo para os mais íntimos. Reinaldo vem de origem humilde, na infância já trabalhava ajudando seu irmão como Pedreiro e até mesmo em um frigorifico, onde ele matava galinhas. Reinaldo teve que convencer sua mãe a deixar ele abandonar o emprego no frigorifico para tentar a sorte no Atlético de Sorocaba, lá começaria a sua trajetória no futebol.

Foto: Rubens Chirri

Reinaldo em 2011 havia chegado na Penapolense, mas só no ano seguinte se destacaria pelo clube paulista, mais tarde ele seria emprestado ao Sport, onde ficaria até 2013. lá ganhou o carinhoso apelido de ”Ruim-Naldo”, pela má fase do clube e também dele mesmo. No mesmo ano de 2013, em maio, Reinaldo desembarcava em São Paulo, para assinar um contrato de empréstimo com o Tricolor Paulista.
O tricolor não atravessava um bom momento e estava flertando com o rebaixamento na época, até a chegada de Muricy Ramalho, que junto aos jogadores, salvou o clube de um vexatório rebaixamento. Em 25 de agosto Reinaldo anotou o gol que colocou fim no jejum de 12 jogos sem vencer, a vitoria por 2 a 1 sobre o fluminense foi a que deu inicio a fuga da zona da degola. Reinaldo se tornou um dos símbolos da reação são-paulina e no dia 30 de novembro de 2013, após avaliar o jogador e elogiá-lo, o São Paulo comprou 80% dos direitos do atleta, esse contrato seria valido até o 2017.

SPFC REINALDO

Foto: UOL

No ano seguinte, em 2014, o jogador acabou perdendo posição para o Uruguaio Álvaro Pereira, que acabou virando simbolo de raça para a torcida Tricolor. Em 2015 começam a surgir com mais força as criticas ao lateral, assim que tocava na bola, era quase que instantâneo as vaias para Reinaldo, a torcida queria ele fora do clube de qualquer maneira, e assim seria feito em 2016, no dia 8 de fevereiro o lateral foi emprestado a Ponte Preta. Na Ponte ele conseguiu ser um dos destaques do time, até anotou um gol contra o São Paulo, pelo campeonato paulista. No inicio de 2017 uma duvida pairava pelos arredores do Morumbi, Reinaldo merecia outra chance?. Bom, não foi o que aconteceu, Reinaldo foi emprestado a Chapecoense, que tinha que se reestruturar após o fatídico acidente em medelim. Na chape não só foi o destaque do time como também um dos destaques do campeonato com 8 gols e 12 assistências, agiu diretamente em 20 gols , numero bem expressivo para um lateral.

REINALDO CHAPE

Foto: Sirli Freitas 

Agora, em 2018, foi o ano da volta por cima, as vaias viraram aplausos, as criticas viraram elogios, e a rejeição da torcida virou idolatria. Reinaldo já vinha fazendo boas partidas com o manto Tricolor, mostrando sempre muita luta, vontade e evolução técnica com relação a sua primeira passagem pelo clube, mas, foi em 21 de julho, contra o Corinthians que veio a sua consagração, Reinaldo anotou 2 golaços na vitoria por 3 a 1 sobre o alvinegro, a torcida foi ao delírio com a atuação.
Hoje, ele é referencia técnica e de liderança dentro do elenco, e até o líder na resenha, junto com Everton, Nene e Diego souza. Com certeza é o atleta mais querido pelo grupo. O caso Reinaldo é uma das maiores e mais belas voltas por cima do nosso futebol.

WhatsApp Image 2018-07-22 at 00.19.06

Foto: Rubens Chirri

Eliminados! E agora?

O São Paulo foi eliminado da Copa Conmebol Sul-Americana, na noite desta quinta-feira, pelo modesto clube argentino Colón de Santa Fé.

Após o revés por 0-1 no Morumbi, o tricolor foi à Argentina sem muita pretensão.

A equipe comandada por Diego Aguirre foi à campo escalada com um time misto, tendo como novidade as presenças do goleiro Jean, autor de uma bela partida; Araruna pela lateral direita; Lucas Fernandes para a vaga de Everton; e no ataque Gonzalo Carnero.

Na partida que mais parecia uma reprise do jogo de ida, dessa vez o tricolor saiu vencedor, com um belíssimo gol de Liziero. No entanto não foi o suficiente, e novamente fomos eliminados de uma competição em mata-mata nas penalidades máximas.

Fracasso à parte, temos, agora, um caminho livre para despontarmos mais ainda como líderes do campeonato brasileiro.

O vice líder, Flamengo, ainda disputará as semifinais da Copa do Brasil contra o Corinthians e pelo menos mais uma partida da Conmebol Libertadores Bridgestone, diante do Cruzeiro, no Mineirão.

Um calendário duro, que pode nos ser muito favorável.

Em entrevista recente à um jornal uruguaio, Aguirre salientou que a meta da diretoria é o título nacional, e agora, temos um caminho livre para isso.

Há males que vêm para o bem. Se tivéssemos passado, disputaríamos duas partidas contra o Júnior Barranquilla, da Colômbia, ainda pelas oitavas de final da competição, causando um desgaste muito grande na equipe.

Infelizmente não temos um elenco tão completo a ponto de disputar mais de uma competição com total eficiência. Talvez estarmos vivos apenas no Campeonato Brasileiro, cujo não vencemos há quase uma década, tenha sido a melhor coisa que nos tenha acontecido neste momento…

Screenshot_20180817-170832_Samsung Internet

Foto: Pato Aguilera

O verdadeiro jogador Tricolor em 2017.

torcidaspfc

2017 parecia um ano diferente, Rogério era técnico, a gente já enchia estádio desde a primeira rodada do Paulista. Um campeonato amador foi ganho em cima de nosso maior rival. O time contava com nomes que no olhar do São Paulino mais fervoroso era sabido, “não tinha como dar errado”. Junto a ganância, soberba e outros adjetivos ruins, deu, deu muito errado.

Perdemos Rogério, perdemos campeonatos, perdemos aqueles jogadores referências, perdemos o controle e o pior, perdemos a fé. Vimos o Clube da Fé afundado em suas próprias águas. O clube que anos atrás era exemplo de gestão, conquistas e glórias, então via-se inserido num pesadelo sem ponto final e muito menos início. Antes pensávamos que iria ser diferente né!? Então, isso foi mesmo.

Os enormes erros mostraram para o próprio São Paulo que o buraco que já estava fundo ficaria maior ainda. Era hora de trazer nomes fortes, montar uma equipe melhor, afastar peças que não rendiam. Mesmo assim o pesadelo continuava, mesmo assim não nos movíamos ante mais um problema, agora então o rebaixamento. Eminente à possível queda, tirando jogadores que se destacavam pessoalmente, a maior força do clube vestia as camisas nas cadeiras e arquibancadas ao redor do Brasil. A torcida São Paulina.

torcidaspfcRubensChiri

Incomodados com o título falho de “modinha”, desde o Paulista lotando o estádio e ganhado de presente os melhores públicos e melhores médias do da competição, era hora então de junto à equipe dar passos maiores e entrar de cabeça na guerra contra o rebaixamento. Se títulos não vieram, então era hora de mostrar a força que as arquibancadas dão à equipe e assim livrar do descenso.

Não foi fácil! Jogo após jogo, duelos que pareciam ganhos e perdidos que deixavam cada torcedor procurando explicações no céu do Morumbi. Lágrimas já faziam parte dos jogos, desde aquelas que desciam após às derrotas, àquelas que cairam após a vitória contra o Botafogo, Cruzeiro e Sport. Sim, nunca a guerra foi tão densa, nunca foi tão difícil e nunca foi abandonada.

A segunda melhor média de público no Campeonato Brasileiro, novamente o maior público, seja no Morumbi ou no Pacaembú. Sim, a maior prova de amor por um clube foi dada, #UnidosPeloSPFC, unidos para tirar o clube do maior pesadelo já vivido no pior ano de sua história.

Jogos lotados, treinos, acompanhamentos com o time aos jogos, melhores médias fora de casa. É…foi algo fora de série e que derrama choro até do mais controlável torcedor.

A torcida Tricolor demonstrou como se ama um clube mesmo nos piores momentos. São teus guias brasileiros, que te amam eternamente. Arrisco dizer que se não fosse por nós, torcedores, a situação da equipe seria outra e as lágrimas citadas anteriomente seriam novamente de tristeza.

Desde os torcedores organizados à familia que foi conhecer o estádio pela primeira vez. Cada um foi com certeza as principais razões para que a equipe conseguísse alcançar os pontos necessários para fugir daquele que poderia enterrar ainda mais o pior ano da história Tricolor.

torcidaspfcRubensChiri2

A Torcida São Paulina merece o mundo novamente, mas para que isso seja alcançado, muita coisa precisa mudar. Porém, isso é assunto para uma próxima hora. À ela eu só quero que as lágrimas de alívio se transformem em sorrisos em 2018 e que o nosso São Paulo volte a nos encantar em campo e nos dar as glórias que tanto já ganhamos.

Se os próximos dois jogos vão nos dar um lugar melhor no ano eu não sei, mas a certeza que tenho é que se antes duvidavam do poder de nossa torcida, hoje em dia abaixam a cabeça frente à ela e respeitam o poder que ela deu à nossa equipe.

Obrigado torcida Tricolor, vocês são e sempre serão incríveis.

 

Fotos: Rubens Chiri (SãoPaulo.net)

Ao Fortaleza, toda nossa união.

Era Fevereiro, mais propriamente dia 12/02/2017. Estava eu e mais de 50mil são paulinos na espera por aquele que um ano atrás tinha deixado de jogar, e então voltava ao Morumbi, em outra função, como Técnico, mas com o carinho que todos nós sempre demos ao maior de toda história tricolor. O carinho à Rogério Ceni.

Infelizmente não o tivemos por anos, como gostaríamos, mas nunca abandonamos a intenção de vê-lo sempre como o vencedor que foi durante sua carreira em baixo das traves. Rogério Ceni é ídolo, é a essência do torcedor Tricolor, é o nome que muitos aprenderam e se desenvolveram como são paulinos.

Hoje, 10/11/2017, o maior são paulino que já passou pelo Morumbi, fecha com o Tricolor do Nordeste, com o Leão, com o Fortaleza. Claro, o sentimento de vê-lo usando outras cores pode não ser digerido muito bem e confirmo que no início não será, porém, a enorme alegria de ver que seu trabalho e planejamento continua de maneira firme e centrada, leva a mim a crer que o sucesso sempre será frequente e que todas suas conquistas o acompanharão novamente.

No ano do centenário do Leão, o M1TO chega e uma coisa é certa, torcedores leoninos, vocês acabam de ganhar admiradores e irmãos são paulinos.

Torcedores Tricolores, do brasil inteiro, torcem por você, M1TO. Toda sorte do mundo e novamente obrigado por tudo!

Pra Sempre M1TO!

Fotos: Maurício Rummens

Carta Aberta ao Excelentíssimo Presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Presidente. Você provavelmente não me conhece mas creio que já tenha me visto. Diferente do senhor, eu o conheço e não é de hoje. Compartilhamos de um amor em comum, um amor de três cores, vermelho, branco e preto. Sabemos que o senhor tem sim esse sentimento mas às vezes passa pela minha cabeça algo inexato, como alguém que ama o São Paulo, pode passar uma impressão tão ruim para nossa entidade?

Nunca em minha vida eu desejo o mal de uma pessoa, sou passional, vivo por essas cores. A cada ida ao Morumbi meu coração tremula, minha voz se falha por tanto gritar e por ele apoiar. Meu corpo se cansa pelo trajeto feito, o dinheiro gasto sai de minha conta ou de meus bolsos e muitas das vezes eu não ligo. Dizem que tudo que se faz por amor, você faz com prazer e alegria, quem seria eu então de reclamar por algo que faço pelo São Paulo Futebol Clube!

Presidente. Não descem as palavras que ouvi no dia de hoje. Palavras que deu a um jornalista que anteriormente defendeu nossas cores em campo. Muitos de nós e o senhor também sabem quem foram aqueles que por nós lutaram. Claro, não podemos esquecer de ídolos, figuras importantes e de relação direta com o Tricolor, mas saiba que SIM, existe SIM o maior ídolo da história do São Paulo e esse cara se chama, Rogério Ceni! Não passa pela minha cabeça que o senhor o coloque no mesmo patamar que outros que por aqui passaram. Sim, concordo que tenhamos inúmeros ídolos, mas nenhum chega a grandeza do cara que viveu por nós e nos deu todas as glórias possíveis, que voltou para nos levantar novamente e foi deixado de lado perante a um planejamento esdrúxulo e ridículo. Que as portas estejam SIM sempre abertas para Rogério Ceni e que no mínimo um busto seja feito para SIM o MAIOR IDOLO DA HISTÓRIA DO SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE.

Respeite o São Paulo, Presidente. Não devemos ser soberbos sim, concordo, da mesma maneira que devemos deixar o apelido Soberano de lado e voltarmos a ser o Clube da Fé. Fé essa que sempre nos levou aos mais altos patamares. Respeite o São Paulo, Presidente. Não nos compare a nossos rivais, claro que sabemos da grandeza de cada um, mas o verdadeiro São Paulino sabe da nossa verdadeira grandeza. Não, não queremos comparações, não, não queremos medo. O senhor a partir de HOJE tem que tratar o São Paulo como o boing que Muricy tratou, como o navio que Rogério guiou por seus 25 anos, como a vida que levo durante a minha existência.

Não, não queremos cair e não, não pode passar essa merda de pensamento pela cabeça de um dirigente de nossa equipe, ainda mais de um presidente.

O São Paulo não briga para escapar de rebaixamento, ele briga para ganhar títulos. Se você está feliz com a vida que levamos durante anos, saiba que nós não.

Esse não é o São Paulo, Leco! O São Paulo é maior que isso e não só eu, mas você sabe disso. Aceitar a merda do momento que vivemos por anos, é aceitar se apequenar, e repito, ISSO NÃO É O SÃO PAULO!

Respeite o São Paulo, Leco! Saiba que nosso respeito por você e por sua equipe estão bem desgastados mas que no fundo a esperança de dias melhores ainda existam. Só pedimos respeito e vontade de gerir essa equipe como o boing que deve ser gerido. Lembre-se, não é qualquer um que dirige esse boing não! e isso vale desde quem assina os contratos em nome dele, à quem monta o time para ser jogado.

Respeite o São Paulo, Presidente, ele não é seu, ele é meu!

Aaah, quem sou eu, eu sou a pessoa mais importante desse mundo Tricolor, aquele que tá sempre no Morumbi, que está sempre com a camisa que transmite meu amor, que tem um sangue Tricolor correndo nas veias. Quem sou eu, presidente?

Eu sou o Torcedor São Paulino.

Boa Noite!

Devolvam o São Paulo Futebol Clube, seja ele de 12 anos atrás ou apenas o São Paulo Futebol Clube.

spfc1

(alerta de palavrões durante o texto)

Todo torcedor Tricolor por mais fanático que seja, não consegue aceitar uma situação e olhar pra frente com os melhores pensamentos e planos, o mais fanático hoje pede para que pare, que pensem e que CHEGA. Chega de ficar bancando o bobo de diretoria, de ver jogadores sendo queimados, de ver ídolos se transformando em pó, de ver um time que é sim Gigante e se você rival que isso lê e está rindo, está mais do que certo, é ideal que se ria de um gigante que está chegando perto do seu apequenamento.

Nós cansamos! Cansamos de ver Campeonato Paulista virar Mundial de Clubes e ao mesmo tempo que pensamos que é uma competição insignificante, somos desclassificados por equipes menores e ficamos 12 anos sem vencê-lo. Cansamos de ver o Campeonato Brasileiro ser movido a altos e baixos e idas constantes para a zona de rebaixamento, lutando para sair dela e COMEMORAR no final do ano a saída. SOMOS SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE, CARALHO! A GENTE NÃO COMEMORA PERMANÊNCIA EM SÉRIE A, A GENTE COMEMORA CONQUISTA DE TÍTULO DE SÉRIE A.

Nós cansamos! Cansamos de ver Libertadores, aquele velho e interminável amor ficar distante e quando voltamos para perto dele, sermos assaltados e não podermos fazer nada, nem ao menos estender a mão e dizer, “calma, vai ficar tudo bem”, por que não vai! Não é de hoje que essa porra de alto e baixo paira sobre nós. Não é de hoje que eu e todo torcedor Tricolor chora em uma quarta, quinta-feira, sábado ou domingo.

Nós cansamos! Cansamos de ver jogadores nossos saírem e brilharem em outras equipes ou até mesmo serem vendidos, mesmo não querendo e de longe ainda demonstrarem apoio e desânimo por nossa situação. Cansamos de planejar, planejar e planejar e não dar em nada. Cansamos de ver milhares de cifrões entrarem pelas portas do Morumbi e não serem aproveitados. PAGUEM AS PORRAS DAS DÍVIDAS, MAS NOS DEEM RETORNO. Não queremos dinheiro, queremos um São Paulo Futebol Clube vivo, jogando pra vencer, nos deem TÍTULOS. Queremos ver jogadores que AMEM vestir nossa camisa, se hoje temos Pratto, Jucilei, Petros e Renan, QUE FAÇAM UMA PORRA DE UM TIME SÓ COM ESSES JOGADORES. Futebol não é feito apenas de vontade e profissionalismo, mas sim de amor e empenho. Se você, jogador Tricolor que lê essas linhas não entendeu ainda o que é São Paulo Futebol Clube, levanta, pega a sua camisa, coloque-a e olhe no espelho, ISSO É SÃO PAULO, CARALHO! Há 12 anos atrás ganhávamos algo que amamos, agora imagine 70mil vozes gritando seu nome e não apenas o nome de um jogador, imagine que não são apenas 60-70mil, mas sim milhares, milhares de vozes que levarão seu nome por toda eternidade. Imagine um quadro seu no Morumbi, isso ninguém, repito, NINGUÉM TIRARÁ DE VOCÊ! Jogue com amor, no São Paulo não basta apenas ser mais um, você precisa ser mais um a ganhar e ser lembrado como um verdadeiro Tricolor.

Nós cansamos, diretoria! Cansamos da porra do metrô que não chega no Morumbi! Cansamos de reformas intermináveis que não mudam o maior e mais bonito estádio particular brasileiro! Cansamos de não haver investimentos no nosso profissional e mesmo nossa base ganhando tudo, não ver as caras das promessas que nos dão todos os títulos possíveis e quando chegamos a ver, desaparecerem, lucrarmos e voltarmos à estaca zero novamente. Cansamos de não ganhar títulos e ver nossos rivais crescendo ao nosso lado.

Nós cansamos! Devolvam o São Paulo para quem realmente ama, o torcedor São Paulino.

Agora uma coisa é certa. Eu NUNCA vou cansar de estar ao seu lado. NUNCA vou deixar de te acompanhar. NUNCA deixar de ir ao Morumbi e se possível a outros estádios. NUNCA deixar de te apoiar, de manter meu sócio-torcedor, de te ajudar de alguma maneira, NUNCA. Eu só peço que assim como eu, amem o São Paulo mais do que você possa achar possível e nos devolva apenas o mais básico que aqui foi falado, O SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE!

Ps: você jogador que não quer ficar no Clube, PEGUE SUAS COISAS, VÁ EMBORA E VAI TOMAR NO SEU CU!
Ps2: Chorar é sim válido.
Ps3: EU TE AMO SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE, PUTA QUE PARIU!

VAMOS SÃO PAULO, CARAJO!